Verifica-se hoje, em Espanha, uma enorme pressão para prolongar o funcionamento de todas as centrais nucleares para além da sua licença de 40 anos de funcionamento, incluindo obviamente a Central Nuclear de Almaraz, aqui tão perto. 

O que está em causa é o funcionamento de centrais nucleares envelhecidas a funcionar por mais 20 anos, muito além do seu período de vida útil (previsto inicialmente ser de 30 anos), com incidentes recorrentes, e com riscos cada vez maiores de ocorrência de um acidente grave.

O FAPAS é uma das mais de 40 organizações a nível Ibérico que apoiam esta iniciativa intitulada “CERRAR ALMARAZ E TODAS LAS DEMÁS!". A concentração irá decorrer no próximo dia 10 de Junho (sábado), em Madrid, junto à Estação de Atocha, pelas 18 horas. 

Cartaz