Incentive o seu município ou freguesia a jardinar de forma biológica!

Alguns órgãos de gestão públicos realizam agora esforços em termos de plantação e gestão das bermas de estradas, canteiros e outros espaços urbanos para promover a biodiversidade e a envolvência verde.


Apele também a um local de habitação mais verde e ecologicamente sustentável!

Caso isto ainda aconteça no seu local de residência, sugira ao serviço competente os seguintes princípios de fácil aplicação: plantar apenas espécies locais (por exemplo, no caso das flores, as vivazes dão menos trabalho do que as flores anuais), substituir os pesticidas e adubos químicos por equivalentes biológicos, utilizar palhagens e plantas prostradas para limitar o surgimento de plantas indesejadas, e diminuir as regas, transformar os resíduos vegetais em composto e utilizar o composto obtido para alimentar os solos a partir do Outono, colocar em pratica a ceifa tardia preservando algumas zonas de refugio!