Não deite lixo para o chão!

Despejar lixo na natureza não só é ofensivo para o ambiente, como para as restantes pessoas que frequentam esses locais. Frequentemente o acumular de pequenas quantidades de lixo, leva a consequências desastrosas.


Alguns impactos do lixo…

Alguns detritos têm um efeito imediato. Este é o caso das famosas beatas e das pastilhas elásticas que constantemente intoxicam ou asfixiam os animais que as ingerem. Outros exemplos imediatos passam pelos pequenos mamíferos e anfíbios que ficam presos dentro das garrafas, os estilhaços de vidro que ferem animais de maiores dimensões e que facilmente provocam incêndios. Outros detritos trazem impactos preocupantes a médio prazo, já que os plásticos demoram centenas de anos a degradar-se e libertam produtos tóxicos para o ambiente. As pilhas contêm metais pesados que se infiltram no solo e contaminam os lençóis freáticos.

O que posso fazer?

Aqui a resposta é muito simples: 1) reduza ao máximo a quantidade de lixo que faz, optando por produtos com menor quantidade de embalagens, plásticos ou cartões nas embalagens; 2) pense duas vezes e reutilize materiais; 3) use os caixotes de lixo públicos ou mantenha consigo o lixo até conseguir um recipiente apropriado para o depositar e; 4) recicle o que pode ser reciclado!